Académica
Beira Mar
Benfica
Braga
Estoril
Porto
Gil Vicente
Marítimo
Moreirense
Nacional
Olhanense
Paços de Ferreira
Rio Ave
Sporting
Vitória de Guimarães
Vitória de Setúbal
 
Todos os artigos relacionados com " Quique Flores"

O que é o TugaSport?

O TugaSport tem como objectivo informar-lhe e dar-lhe a conhecer as ultimas novidades no mundo do desporto. Poderá também assistir aos jogos de futebol online, aqui no TugaSport!.


Águia voa com as mãos de Quim e de Lucílio

Foi uma autêntica vergonha aquilo que vi na Final da Taça da Cerveja que acabou por ir parar à 2ª Circular mas para o lado errado.

Lucílio Baptista e Quim foram as figuras principais da partida. O guarda-redes, mal amado por Quique Flores, defendeu 3 grandes penalidades (Rochemback, Derlei e Postiga). Os penalties foram bem marcados mas o mérito é de Quim que os defendeu muito bem. Quando chega a altura da lotaria das grandes penalidades, é a sorte que dita quem vence portanto não critico a vitória do Benfica nesta fase.

Critico é a VERGONHA do árbitro da partida ter ajudado o Benfica, que não estava a conseguir chegar à baliza dos leões, ao assinalar um penalty INEXISTENTE por suposta mão de Pedro Silva. O lateral direito acabou por levar o 2º amarelo e ser expulso da partida – que ainda deu depois uma barrigada no árbitro, enquanto Paulo Bento às tantas fazia um sinal com a mão tipo “roubado”…. Com esta mão de Lucílio Baptista, o tabuleiro do jogo virou completamente a favor dos encarnados e ao Sporting coube aguentar até aos penalties.

Segundo os jogadores do Sporting, o fiscal de linha disse ao árbitro principal que não era grande penalidade, mas mesmo assim o senhor Lucílio optou por fazer birra e tramar o leão. Porque raio é que os dois árbitros puseram a mão à frente da boca para falar quando tinham microfones? Simples, é para evitar que as câmaras da SIC pudessem captar aquilo que estavam a falar.

No entanto, a actuação do árbitro não fica marcada só por este lance. Foi um jogo mal jogado de ambas as partes mas notava-se a garra dos jogadores permitindo ter uma partida muito emotiva. Infelizmente houve foi garra a mais do Derlei (como raio é que ele não levou pelo menos um amarelo?). Se o árbitro tivesse expulso o ninja, o Benfica provavelmente teria ganho justamente. Porém isso não foi assim, a figura da partida foi o quase-reformado Lucílio Baptista, sem sombra de dúvida, a figura do jogo! Desde à dualidade de critérios tanto em faltas, como na mostragem de cartões amarelos, desde a fingir que não viu certos e determinados lances, desde à marcação do penalty inexistente… acho que merece um “7,5″ do responsável que o estaria a avaliar (Vítor Pereira estava lá…). Foi uma vergonha o que se passou! É que se tivesse sido ao contrário, o “setubalense” nunca teria assinalado penalty.

Final Taça da Liga: Salvação de uma época?

Os dois grandes de Lisboa procuram hoje, conquistar a sua 1ª Taça da Liga da história e consequentemente, salvar uma época em termos de títulos. O Sporting é repetente do ano passado e irá defrontar o Benfica de Quique Flores na primeira final desde há 13 anos.

Com quatro pontos de atraso em relação FC Porto na Liga, os pupilos de Paulo Bento procuram o segundo troféu da época, depois de conquistarem a Supertaça (2-0 ao FC Porto), enquanto as águias da Luz, que seguem a cinco pontos dos dragões, buscam de forma aguerrida um novo ânimo para a temporada.

Com Lucílio Baptista no papel de árbitro, o jogo está marcado para o Estádio de Algarve às 19:45. Poderá seguir aqui na TugaSport em directo o jogo.

Porto termina primeira volta na liderança

Custa a crer mas é verdade, o Futebol Clube do Porto terminou a 1ª volta do campeonato na liderança aproveitando da melhor forma os empates do Benfica e do Sporting frente ao Belenenses e Nacional respectivamente.

O Porto provou que é a única equipa do campeonato que se mostra ambiciosa o suficiente para lutar pela vitória. O desiquilíbrio que Hulk criou, deu dinamismo e velocidade à equipa portista. Os grandes de Lisboa têm oscilado muito este campeonato e, quando estão na liderança, não mostram a garra necessária para puxar dos galões. Nos jogos contra o Belenenses e Nacional não se viu isso em campo. A história do deixa andar que mais tarde ou mais cedo entra o golo pecou e, arbitragens à parte, não mereceram ganhar o jogo.

No caso do Benfica, os encarnados vivem um mau momento com Quique Flores a criticar publicamente os jogadores. O mais recente caso é José António Reyes que vive do estrelato e do vedetismo, segundo afirma o treinador. A ausência de golos de Suazo e a oscilação na defesa do Benfica com David Luis são outros casos interessantes.

Quanto ao Sporting, provou-se que quando Liedson e Izmailov estão desinspirados, fruto da excelente marcação feita pela Nacional, só Vujcevic não basta. Rui Patrício sofreu um golo parvo mas redimiu-se após defender o penalty de Nené. Os leões lutam contra a tradição de assumir a liderança do campeonato isoladamente, mas que não consegue quebrar esse enguiço. Se o Sporting vier a ficar em 1º lugar, e espero que assim o seja, dificilmente a largará.

Benfica: O dia em que a bola não entrava

Tiveram que recorrer às grandes penalidades para encontrarem o vencedor do Benfica-Penafiel. Coube a Moreira defender a única bola nos penalties e levar o Benfica à seguinte eliminatória da Taça de Portugal Millenium.

O Penafiel caiu de pé na luz. Uma equipa aguerrida e que soube ter a sorte do jogo também com os falhanços dos avançados benfiqueistas. Para além disso, as barras também contribuíram para o guarda-redes penafidelense.

Quique Flores promoveu revolução no «onze» e os jogadores que têm sido menos utilizados não souberam aproveitar a oportunidade de mostrar serviço ao treinador espanhol. Léo jogou tímido na esquerda, Balboa e Urreta estiveram «apagados» nos extremos, Bynia faltoso e com alguns passes errados no meio campo, ao passo que Makukula, ainda que empenhado, revelou alguma atrapalhação no momento de visar a baliza.

Ao futebol lento do Benfica respondeu o Penafiel com exibição personalizada e solidária, jogando em toda a extensão do relvado e pressionando os defesas encarnados logo à saída da área. Bem organizado, encarou sempre o adversário nos olhos e manteve o Benfica longe do seu último reduto, criando várias situações de sobressalto na área encarnada.

No prolongamento, o Benfica «carregou» à procura do golo, dispôs de várias ocasiões para fazê-lo – algumas delas soberanas, por Makukula –, mas não conseguiu bater José Eduardo. O Penafiel nunca se desorganizou e mereceu que a decisão ficasse adiada para as grandes penalidades.

Na «lotaria», a sorte sorriu ao Benfica. Reyes, Di María, Katsouranis, Rúben Amorim e Suazo marcam para o Benfica. Vítor, Quim e Vagner marcam para o Penafiel. Moreira defendeu o remate de Dias.

Benfica junta-se assim a Sporting e Porto na IV eliminatória da Taça de Portugal Millenium. Em relação aos outros confrontos, destaca-se a eliminação do Rio Ave e do Marítimo pelos “pequenos” Gil Vicente e Arouca.

Com esta defesa o Benfica não ganha ao Sporting

Photobucket
Parece que agora que o Quim começou a acomodar-se como guarda-redes principal da seleccção nacional pode fazer agora os frangos que quiser. O Benfica face à ausência de Luisão, Katsouranis e David Luiz fez das tripas coração para sair de Paços Ferreira com uma vitória suadíssima por 4-3 e num excelente jogo de futebol.

Quique Flores tem muito em que pensar, já que também se viu privado de Cardozo que em princípio não jogará contra o Sporting por lesão.

Uma coisa é certa, o derby da próxima semana vai terminar com a vitória do Sporting :)

Golos da partida: 0-1, Nuno Gomes (6 m); 1-1, Ozéia (13 m); 2-1, Maxi Pereira (31 m); 3-1, Cardozo (44 m); 3-2, Rui Miguel (63 m); 4-2, Jorge Ribeiro (76 m); 4-3, William (85 m).

Reyes a caminho da Luz

O Benfica continua a investir no mercado espanhol. Desta vez, conseguiu a contratação de José António Reyes, jogador do Atlético de Madrid. Graças à transferência de Simão para o clube espanhol, o Benfica tinha direito a um jogador numa cláusula estipulada na transferência do extremo português.

Reyes

Quique Flores recebe desta forma, um reforço para o lado esquerdo do ataque encarnado. Conforme davam conta as últimas notícias, esse era um posto que o treinador espanhol desejava fortalecer, uma vez que, para a posição de extremo esquerdo, o Benfica conta apenas com Di Maria, o único jogador do plantel que actua nessa posição de raiz.

O argentino está nos Jogos Olímpicos, ao serviço da selecção, e o Benfica procurou uma alternativa para o flanco canhoto.

Reyes, de 24 anos, é o nono reforço encarnado, depois de Jorge Ribeiro, Ruben Amorim, Yebda, Carlos Martins, Balboa, Urretavizcaya, Pablo Aimar e Sidnei.

Benfica finalmente venceu na pré-época

Os benfiquistas que à tanto tempo estavam desesperados com a ausência de vitórias da equipa encarnada comandado por Quique Flores nesta pré-época, podem finalmente estar descansados!

O Benfica conseguiu vencer o V. Guimarães no último jogo do Torneio Cidade de Guimarães por 2-1, conquistando o Torneio com uma vitória e um empate.

Cardozo

Após dois empates e duas derrotas nos jogos de preparação para a nova época, a coesão e dinâmica na primeira parte e o espírito de sofrimento na etapa complementar, o Benfica conseguiu quebrar o enguiço com golos de Cardozo aos 13 minutos, através da marcação de grande penalidade a castigar derrube de Sereno sobre Urreta. O 2-0 surgiu aos 21m após um auto-golo de Mohma.

Na etapa complementar o Guimarães arrancou o 2-1 também através de uma grande penalidade a punir mão de Leó na grande área.

Segue-se agora, a apresentação à massa associativa diante do Feyenoord, no próximo sábado, no Estádio da Luz.

Pages:12»
Bail Bonds Charlotte Idaho Falls Dentist