Académica
Beira Mar
Benfica
Braga
Estoril
Porto
Gil Vicente
Marítimo
Moreirense
Nacional
Olhanense
Paços de Ferreira
Rio Ave
Sporting
Vitória de Guimarães
Vitória de Setúbal
 
Todos os artigos relacionados com " vitória"

O que é o TugaSport?

O TugaSport tem como objectivo informar-lhe e dar-lhe a conhecer as ultimas novidades no mundo do desporto. Poderá também assistir aos jogos de futebol online, aqui no TugaSport!.

Sporting vs Benfica em directo

Sporting

Hoje por volta das 20horas, realiza-se no estádio de Alvalade o derby entre o Sporting e o Benfica. Poderão acompanhar o jogo através da SportTV e do canal Benfica na meo.

O resultado do jogo foi: Sporting 3 – 2 Benfica

Com esta defesa o Benfica não ganha ao Sporting

Photobucket
Parece que agora que o Quim começou a acomodar-se como guarda-redes principal da seleccção nacional pode fazer agora os frangos que quiser. O Benfica face à ausência de Luisão, Katsouranis e David Luiz fez das tripas coração para sair de Paços Ferreira com uma vitória suadíssima por 4-3 e num excelente jogo de futebol.

Quique Flores tem muito em que pensar, já que também se viu privado de Cardozo que em princípio não jogará contra o Sporting por lesão.

Uma coisa é certa, o derby da próxima semana vai terminar com a vitória do Sporting 🙂

Golos da partida: 0-1, Nuno Gomes (6 m); 1-1, Ozéia (13 m); 2-1, Maxi Pereira (31 m); 3-1, Cardozo (44 m); 3-2, Rui Miguel (63 m); 4-2, Jorge Ribeiro (76 m); 4-3, William (85 m).

Benfica finalmente venceu na pré-época

Os benfiquistas que à tanto tempo estavam desesperados com a ausência de vitórias da equipa encarnada comandado por Quique Flores nesta pré-época, podem finalmente estar descansados!

O Benfica conseguiu vencer o V. Guimarães no último jogo do Torneio Cidade de Guimarães por 2-1, conquistando o Torneio com uma vitória e um empate.

Cardozo

Após dois empates e duas derrotas nos jogos de preparação para a nova época, a coesão e dinâmica na primeira parte e o espírito de sofrimento na etapa complementar, o Benfica conseguiu quebrar o enguiço com golos de Cardozo aos 13 minutos, através da marcação de grande penalidade a castigar derrube de Sereno sobre Urreta. O 2-0 surgiu aos 21m após um auto-golo de Mohma.

Na etapa complementar o Guimarães arrancou o 2-1 também através de uma grande penalidade a punir mão de Leó na grande área.

Segue-se agora, a apresentação à massa associativa diante do Feyenoord, no próximo sábado, no Estádio da Luz.

Porto a 3 pontos do tri

Campeonato PortuguêsCom a possibilidade de ser campeão já esta jornada, caso Guimarães ou Benfica não conseguissem vencer Marítimo e Paços de Ferreira respectivamente, o Porto foi vencer a Belém o Belenenses, equipa que esta época ainda não tinha perdido com os grandes. Com esta vitória, o Porto pode festejar o tricampeonato já no sábado, no Dragão, frente ao Estrela da Amadora. Em Belém, os campeões nacionais fizeram o suficiente para ganhar, embora apenas o tenham conseguido no último dos três minutos dos descontos num penálti apontado por Lucho, após Hugo Alcântara ter derrubado claramente Ricardo Quaresma dentro da área belenense.

Quanto à luta pelo segundo lugar, o Guimarães venceu o Marítimo em casa por 1-0 com golo de Roberto, mantendo assim tendência para marcar nos últimos minutos. O Benfica goleou em casa o Paços de Ferreira por 4-1 com 2 grandes golos de Cristian Rodriguez e Rui Costa (bis). Conseguiu assim, segurar o segundo lugar, pelo menos, por mais uma semana, com a primeira vitória em casa em jogos da Bwin em 2008. Um jogo de emoções fortes, com a equipa de Fernando Chalana a entrar alegre, desinibida e a ganhar vantagem com um golaço de Rodríguez. No entanto, uma polémica grande penalidade permitiu ao Paços empatar sob o intervalo e retirou a alegria aos encarnados que voltaram para a segunda parte de rostos fechados, decididos a virar o resultado de dentes cerrados e com três golos, dois deles assinados pelo aniversariante Rui Costa.

Quanto ao Sporting também (e finalmente) conseguiu a primeira vitória fora em 2008 para a Liga Bwin, derrotando a Naval por 4-1 na Figueira da Foz, mantendo-se assim na corrida ao segundo lugar. Com este triunfo, os leões deram seguimento ao discurso de Paulo Bento, que coloca a fasquia na possibilidade de a equipa poder conquistar os 21 pontos que estão por disputar, situação que considera garantirá a entrada directa na Liga dos Campeões com a conquista do segundo lugar. Três golos na etapa inicial, dois deles no espaço de dois minutos, desbravaram o caminho ao Sporting para uma reviravolta num resultado que, ainda antes do minuto 15, já se apresentava negativo. Os figueirenses cedo se colocaram em vantagem, com o golo de Marcelinho, aos 12’, mas esta vantagem só durou oito minutos. Miguel Veloso, que cobrou um livre no enfiamento do vértice da área figueirense, rematou de forma portentosa e empatou o encontro. Ainda se ouviam os festejos leoninos pelo golo obtido e, três minutos volvidos, Liedson chegou novamente ao golo, colocando a sua equipa em vantagem. O lance foi fatídico para os locais. O guarda-redes Wilson Júnior saiu lesionado do lance e Ulisses Morais foi obrigado a “queimar” uma alteração na equipa. Não causou qualquer surpresa o “bis” de Liedson na partida, anotado aos 37’. O “levezinho” deu o melhor seguimento a uma assistência de Rogmanoli, matando praticamente o jogo. Na etapa complementar, os figueirenses tentaram reentrar na partida, tendo, aos 50’ e 57’, Rui Patrício evitado o pior, a remates de Gaúcho e Mário Sérgio. A Naval ainda acreditou, mas Yannick Djaló, ao minuto 79, colocou ponto final nas pretensões dos figueirenses.

Taça UEFA: Pereirinha coloca Sporting nos quartos

Bruno Pereirinha

O Sporting qualificou-se para os quartos-de-final da Taça UEFA após a vitória por 1-0 sobre os ingleses do Bolton. Bruno Pereirinha fez o golo, aos 85 minutos.Não foi um grande espectáculo de futebol, já que o empate com golos trazido de Inglaterra permitia que a equipa leonina desse primazia ao controlo do jogo através da segurança na circulação de bola no meio-campo defensivo.

Apesar deste princípio, o Vukcevic, logo no primeiro minuto, esteve perto de marcar, num livre directo, defendido dificilmente para canto pelo guarda-redes do Bolton.

Perante um adversário que utilizou o 4x3x3 na procura dos corredores para chegar à baliza de Rui Patrício – embora o perigo chegasse através dos livres para dentro da área – a equipa verde e branca teve paciência, nunca arriscando a descompensação defensiva no momento após da perda de bola (e foram elas várias através de Polga, Tonel e Abel que pareciam estar com os pés tortos), o que resultou na utilização preferencial do remate de fora da área, várias vezes tentado por Romagnoli, Liedson e João Moutinho.

Sem alterações na segunda parte, o Sporting voltou dos balneários novamente com mais posse de bola, mas sem conseguir entrar na grande área adversária, faltando o último passe às iniciativas atacantes.

Face às alterações introduzidas pelo treinador inglês – em busca do golo qualificador – o Sporting teve mais espaço no último quarto de hora e acelerou processos, através de Izmailov e Pereirinha nos corredores. Num desses lances, o Sporting chegou ao golo – num movimento fotocopiado do primeiro golo em Basileia – João Moutinho assistiu Pereirinha para, após ganhar espaço, rematar forte de pé esquerdo para Ali Al-Habsi.

Aumentada a vantagem na eliminatória, o Sporting construiu mais oportunidades de golo, com João Moutinho, Adrien e Liedson a estar perto do segundo golo que não apareceu.

O Sporting controlou durante os 90 minutos um adversário que precisava de marcar em Alvalade para se qualificar e apenas fez três remates à baliza – nenhum na segunda parte – contra 21 da equipa «verde e branca».
O Sporting, única equipa portuguesa ainda nas competições europeias, conhece o adversário nos quartos-de-final da Taça UEFA ao final da manhã de sexta-feira, 14 de Março.

V. Setúbal salta para o terceiro lugar

Vitória de SetúbalO V. Setúbal venceu o Marítimo por 1-0 (golo de Pitbull) e saltou (provisoriamente) para o terceiro lugar da Liga portuguesa de futebol. A formação sadina averbou a quarta vitória consecutiva no campeonato, está nas meias-finais da Taça de Portugal e… na final da Taça da Liga. É obra!

Sensacional V. Setúbal! Quarta vitória consecutiva no canpeonato, saltando para o terceiro lugar (à condição), a dois pontos do Benfica (2.º), no jogo de abertura da 22.ª jornada. Além disso, a formação de Carlos Carvalhal está nas meias-finais da Taça de Portugal e… na final da Taça da Liga!

Não se assistiu a um bom espectáculo, no Estádio do Bonfim. Futebol lento, jogado mais na zona do meio-campo, com as equipas a arriscar pouco, como que confirmadas com a divisão de pontos. Na primeira parte, a única situação de golo digna de registo nasceu do pé esquerdo de Pitbull, aos 25 minutos, num disparo à barra da baliza de Marcos.

A toada de jogo manteve-se na segunda parte. Adivinhava-se que o golo, a surgir, seria num lance de bola parada. E assim aconteceu, aos 77 minutos. Bruno fez falta sobre Sandro (toque no pé de apoio) e o árbitro não teve dúvidas em assinalar o castigo máximo. Cláudio Pitbull, chamado a tranformar a grande penalidade, colocou os sadinos em vantagem. O Marítimo esboçou fraca reacção ao golo sofrido e só no último minuto levou perigo à baliza sadina, num disparo de Marcinho ao qual Eduardo correspondeu com grande defesa.

A vitória assenta bem aos sadinos, face a um Marítimo que não teve arte e engenho no momento da finalização.

Uma palavra para Cláudio Pitbull: ele marca cantos e livres, ele marca grandes penalidades, ele faz assistências, ele faz golos… Um jogador muito produtivo!

Sporting continua a desiludir fora, Benfica apenas empata

SetúbalSporting

À terceira não foi de vez! O desejo de Paulo Bento não se concretizou e o Sporting voltou a perder no Bonfim (1-0). O Vitória de Setúbal é o adversário que mais dificuldades tem causado aos “leões” esta época e este domingo voltou a ser superior. O Sporting perdeu o terceiro lugar e os sadinos subiram à quinta posição, em encontro da 20ª jornada da Liga de futebol, repetindo o resultado que já tinha conseguido para a Taça da Liga. O único golo da partida foi marcado por Bruno Ribeiro, aos 18 minutos, num lance em que Rui Patrício, guarda-redes “leonino”, teve muitas culpas, já que deixou escapar a bola por entre as mãos, após um remate de defesa aparentemente fácil do jogador esquerdino do Setúbal, sendo chamado na gíria, um grande frango. Continue a ler »

Pages:12»